• Dançar em cadeira de rodas em Portugal é muito dificil porque não existem professores de dança preparados para ensinar.

    Mas com a ajuda de um amigo da Ucrania, consegui convencer uma academia de danças de salão a abrir uma turma de danças de cadeira de rodas.

    Dançavamos as latinas e clássicas.

    Era um par em cadeira de rodas e o outro par em pé.

     

    Esta foto é antes da aula, o aquecimento.

     Eu aqui com o professor de dança e dono da academia. 

    A dança

     

    Uma aula de dança. A dançar o chachacha

    A dança

     

     

     

    E foi uma experiencia bonita na minha vida.

    Infelizmente a dança teve que acabar por falta de apoio economico.


    5 commentaires
  • Como todas as mulheres, eu tive alguns sonhos.

    Alguns consegui realizar, outros não.

    Um dos meus sonhos era a moda.

     

    O meu primeiro desfile foi em Portugal.

     Era inverno mas a emoção era tanta que não havia frio.

    Foto antes do desfile.

    A moda

    O Desfile em Braga- Portugal 

    A moda

     

    A moda

     

    A moda

     

    A moda

     

    A moda

     

     

    Desfile em Badajoz- Espanha

    A moda

    A moda

     

     

    A moda

    A moda

     

    A moda

     

     

     Sessão fotográfica para a revista Gingko.

    E terminou aqui o meu sonho na moda.

    A empresa que fazia os desfiles, era portuguesa, chamava-se Weadapt, por questoes economicas deixou de organizar desfiles em Portugal e foi para os Estados Unidos.

     

    A moda

     

     

    A moda

    A moda


    votre commentaire
  • Chamo-me Olivia.

    Nasci uma criança normal, saudavel.

    Nesta foto com um ano de idade, essa menina com lacinho no cabelo.

     

    Mas o destino não quis que eu tivesse uma vida muito fácil.

    Aos 3 anos, tive poliomielite

    Estive no hospital 3 anos.

    Os médicos diziam que eu não sobrevivia, mas ainda estou neste mundo e felizmente estou bem.

     

    Fiz um vida normal numa cadeira de rodas.

     

     Tive amigos

     A cadeira de rodas nunca foi um impedimento para ter uma vida normal

     

    Estudei, trabalhei 20 anos, casei

     

    Casei com 32 anos.

    Fui mãe.

    Tive uma menina linda.

    Agora tenho 57 anos, minha filha está uma mulher e eu já sou avó de uma linda menina

     

     Várias épocas da minha vida

    Quem sou eu?


    11 commentaires